loading...

Jovem Sueca protagoniza o momento "humano" e "viral" de 2018


Lei da Suécia prevê que quem desobedeça às ordens de segurança dadas pelo piloto no interior do avião pode ser condenado a uma multa ou, no máximo, a uma pena de prisão de seis meses.

Ao saber que um cidadão afegão de 52 anos estava prestes a ser deportado da Suécia para o Afeganistão, a jovem activista Elin Ersson decidiu comprar um bilhete para esse mesmo avião e impedir a deportação enquanto filmava e publicava no Facebook.

As imagens da jovem universitária correram o mundo e valeram-lhe muitos elogios pela coragem e convicção com que tentou impedir a deportação do afegão. 

A jovem de 21 anos, assim como o afegão de 52, acabariam por ser retirados do interior do aparelho, depois de vários apelos da tripulação para que a jovem se sentasse, ordem que decidiu não acatar. 

Agora, explica o The Independent, a jovem poderá ter de enfrentar a justiça sueca. A lei de aviação do país prevê que "qualquer passageiro que não obedeça às ordens do piloto no comando relativamente à ordem a bordo poderá enfrentar uma multa ou uma pena de prisão que pode ir até aos seis meses de prisão"

Até ao momento, não foi possível apurar se o piloto deu alguma ordem a Elin Ersson. No vídeo, vê-se apenas alguns membros da equipa de bordo a pedirem à jovem para que se sentasse, uma ordem que ela rejeitou, enquanto recebia apoio, mas também contestação, de outros passageiros.

Fonte e foto: Noticias ao Minuto

Contudo, sendo punida ou não pela lei Suéca, a jovem teve uma atitude humana em não deixar que uma pessoa, que poderia ser seu pai, fosse para um país onde de certeza, a morte era certa. Teria a coragem de fazer o mesmo? E se fosse um familiar seu?


Share this:

Loading...
 
Copyright © Luso24. Designed by OddThemes | Since 2017
googleecfd0c776a0c6686.html