loading...

A saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid foi um "erro imperdoável"


Ramón Calderón critica os merengues pelo erro cometido e culpa Florentino Pérez.

Ramón Calderón, antigo presidente do Real Madrid e responsável pela contratação de Ronaldo em 2009, criticou fortemente os merengues por terem deixado que o madeirense se mudasse para as Juventus. Numa entrevista ao jornal italiano Gazzetta Dello Sport, o antigo presidente culpa Florentino Pérez e afirma que este é um "erro imperdoável".

"O Real Madrid vai pagar um preço alto. As pessoas falam de Kylian Mbappé ou Neymar, mas estão muito longe do nível do Cristiano. Foi uma compra histórica há nove anos e a cláusula de 1.000 milhões de euros demonstrou que não estava à venda", apontou Ramón.

O responsável pela contratação de CR7 em 2009 admitiu ainda que a mudança se deveu a factores emocionais, mas que vai causar sérios danos ao clube. "Vai pagar por este erro [Florentino]. O Cristiano é o número 1, por isso o dano infligido é enorme. O Cristiano recusou o contrato melhorado que Florentino lhe ofereceu no último instante. As razões para ir embora são emocionais, é um grande contrato para a Juve", acrescentou o antigo presidente. "O custo da operação é caro, mas será amortizado por patrocinadores e dinheiro publicitário. Poria o Cristiano ao mesmo nível que Alfredo di Stéfano, Pelé e Cruyff. Consigo vê-lo com outros troféus nos próximos anos e terá de ser considerado seriamente para a Champions", concluiu, admitindo que teme os grandes feitos que o madeirense possa fazer no clube italiano. 

Fonte e foto: CM


Share this:

Loading...
 
Copyright © Luso24. Designed by OddThemes | Since 2017
googleecfd0c776a0c6686.html