loading...

Estado dá pensão a banqueiro milionário


Alípio Dias diz que receber a pensão de 1289 euros é um direito.

Alípio Dias, ex-administrador do BCP e antigo secretário de Estado do governo de Cavaco Silva, recebe uma subvenção vitalícia de 1289,05 euros atribuída em 1997. Acumula este benefício com uma reforma de 40 mil euros brutos por mês.

Em declarações ao CM, o ex-banqueiro disse que nunca abdicou da pensão por ser um direito seu. “Eu desconfiava era de quem abdica. Será que quem abdicou teve sempre um comportamento exemplar?”, questionou.

Quando fiz campanhas eleitorais não me pagaram a gasolina ou os arranjos do meu carro”, conta.

Disse ainda que quando foi secretário de Estado era o pai que lhe pagava a estadia em Lisboa. “Dei muito de mim à política e não tive direito nem a uma medalha de cortiça”, lamenta, acrescentando que no seu tempo não era preciso um código de ética.

A ética estava em nós. Não havia isto de andar tudo a comer à conta”, afirmou.

O nome de Alípio Dias está na lista dos 332 políticos que recebem a subvenção vitalícia, divulgada pela Caixa Geral de Aposentações (CGA), depois de uma queixa do CM na Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos (CADA).

Na mesma lista está também Armando Vara, ex- -ministro e administrador da CGD e do BCP com 2014 euros.

Recebe parcialmente por ter actividade privada. Ângelo Correia, que foi ministro e geriu dezenas de empresas, recebe 2685 euros. “Porque estou reformado e não exerço actividades privadas”, justificou ao CM.

Fonte e Foto: Tuga Press


Share this:

Loading...
 
Copyright © Luso24. Designed by OddThemes | Since 2017
googleecfd0c776a0c6686.html