loading...

Francisco J. Marques admite pagamento ao Estoril antes do jogo


Os dragões pagaram verbas em atraso, de acordo com o director de comunicação do FC Porto.

Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto, disse esta quinta-feira no programa "Universo Porto", do Porto Canal, que o FC Porto não deu qualquer dinheiro ao Estoril depois do jogo de 21 de Fevereiro - data em que foi disputada a segunda parte do encontro que estava em atraso e que os dragões venceram - mas que existiu um pagamento antes dessa partida. O valor, garante, corresponde a dívidas ao Estoril.

"Em 14 de fevereiro, o FC Porto realizou uma transferência de 784 mil euros. Porquê? Tivemos liquidez da venda de bilhetes do jogo com o Liverpool e pagámos valores que tínhamos em dívida com o Estoril", explicou, em declarações citadas pelo Jornal de Notícias.

Garante também que não houve qualquer encontro entre dirigentes dos dois clubes antes do jogo que o FC Porto venceu por 3-1.

A Procuradoria-Geral da República já havia confirmado ao DN, esta quinta-feira, que se confirmava a "receção de uma queixa relacionada com a segunda parte do jogo Estoril Praia - Futebol Clube do Porto" e que "a mesma foi encaminhada para o DIAP de Lisboa".

A confirmação surge na sequência de uma notícia do jornal A Bola, que dava conta de um encontro entre dirigentes e de uma transferência no valor de 730 mil euros, efectuada dias após a realização da segunda parte do encontro, que estava em atraso.

Assim, Francisco J. Marques confirma uma transferência, mas esclarece a situação, ao explicar que se trata de uma liquidação de dívidas.

FC Porto e Estoril reagiram durante esta quinta-feira à situação, assegurando que nada de ilegal se passou. Os dragões negaram que "a segunda parte do jogo contra o Estoril tenha sido objeto de qualquer negócio". "O FC Porto nega e repudia a pseudonotícia do jornal A Bola sobre uma alegada compra do jogo Estoril-FC Porto: os factos, como sempre no caso de matérias relacionadas com o FC Porto, serão comprovados documentalmente", escreveram os dragões em comunicado.

O Estoril, por seu lado, admitiu tomar medidas legais para defender "o bom nome da instituição Estoril Praia". "Considerando a ausência de fundamentos, detalhe ou rigor das peças jornalísticas referidas, e, em alguns casos, o seu teor difamatório, iremos analisar as medidas legalmente ao nosso dispor", lê-se.

Fonte e Foto: DN


Share this:

Loading...
 
Copyright © Luso24. Designed by OddThemes | Since 2017
googleecfd0c776a0c6686.html