loading...

FACEBOOK - Desvendada a verdade!!

Muito se tem falado no Facebook nos últimos tempos. Por boas e más razões.

As boas tem a ver com a privacidade e com o filtro de noticias falsas, as más já tem a ver com uma enorme quebra de utilizadores, na bolsa e de milhões em publicidade.

Então vamos lá explicar o que se está a passar.

Vamos dar o exemplo de um site brasileiro, com mais de 8 milhões de seguidores. Já é considerada uma das maiores páginas do Brasil.

Publicaram um artigo a mostrar a percentagem de quebra que tiveram nos seus posts, cerca de 90%.

É uma situação, que em termos de rendimento é muito significativa, mas não é tudo, pois, se os 8 milhões de pessoas que seguem este site gostam do mesmo pelos seus conteúdos, vão deixar de os ver quando abrem o facebook.

É caso para perguntar, se 8 milhões seguem uma página é porque gostam certo?

Então, cada vez que é publicado um post, deveriam aparecer no feeds de noticias dessas pessoas, o que agora só acontece a 10%.

Poderão ver neste gráfico a quebra que o site teve no facebook:

Podem ver a descida, e também podem ver que o mesmo site pagou para promover os seus posts e agora foi penalizado em 90%.


Mas também, já entendemos a razão. O Facebook tem agora um novo sistema para combater a Google, que se chama "artigos instantâneos". Ou seja é uma forma de apresentação de noticias no facebook sem o redireccionamento para o site e ao mesmo tempo, nessa noticia mostra publicidade feita pelo facebook. O facebook justifica essa nova forma de mostrar noticias, como sendo uma forma mais rápida para abrir as noticias, o que não é verdade, pois o principal objectivo é cortar o redireccionamento para fora do facebook e ao mesmo tempo obter mais rendimento.

E agora passamos para a parte mais significativa da questão.

Em Portugal, a maior parte das páginas no facebook de Jornais e média nacionais, também tiveram uma quebra enorme, que ronda os 85% dos posts que não chegam a ser mostrados aos seus seguidores, mas aqui o problema é bem maior.

O Facebook tem uma forma de publicitar as páginas do facebook para que obtenham mais seguidores e os seus supostos "likes", que para isso cobra em média 10€ por cada 200 a 500 "likes" numa página patrocinada. Ora bem, imaginem, um site de noticias como o Correio da Manhã que tem milhões de seguidores, ter pago milhões de euros para os conseguir patrocinando artigos e a própria página. Agora, depois de tanto investimento, cortam-lhes 90% das visualizações dos posts. Justo, certo??

Não chegando isto, e com a enorme quebra nas acções do facebook e de perfis, o facebook faz publicidade na google para que as pessoas se inscrevam, dizendo eles, "na maior rede social do mundo".

Nós tivemos uma quebra de 80% na visualização dos posts, temos 44 mil seguidores e achamos que nos seguem porque gostam de ver os nossos artigos, logo, é uma injustiça.

O que nos diz, caro leitor desta atitude?

Fonte: Lusojornal2015


Share this:

Loading...
 
Copyright © Luso24. Designed by OddThemes | Since 2017
googleecfd0c776a0c6686.html